Posse de Donald Trump: O Discurso de Posse Foi Um Recado aos Globalistas

O discurso de posse de Donald Trump foi um recado claro aos globalistas, para dizer que a partir de agora as regras do jogo serão outras: os interesses do povo americano estarão em primeiro lugar. Resta agora esperar que nas eleições europeias desse ano sejam eleitos governantes com a mesma visão: governantes que se comprometam a colocar os interesses nacionais de seus países acima de projetos de natureza hegemonista que ignoram as soberanias nacionais.

Pois entendemos que o discurso nacionalista ancorado em princípios conservadores se constitui hoje na principal arma para o combate à esquerda globalista internacional. Mais tarde iremos trazer um artigo com uma análise mais detalhada desse discurso de posse de Donald Trump. Mas entendemos que esse discurso já se tornou um marco no combate que a civilização ocidental começa a empreender contra o projeto de poder hegemonista e antidemocrático da elite da esquerda globalista e seus aliados muçulmanos.

Nota:
A propósito do nacionalismo e da direita conservadora, nós tratamos desse tema em uma das transmissões da Rádio Crítica Nacional, e que pode ser ouvida nesse link aqui.


 

 

Publicado em painel crítica nacional | 1 Comentário

Posse de Donald Trump: A Suposta Reaproximação dos Estados Unidos com Cuba e Irã

152


Tornou-se lugar comum e clichê da grande imprensa brasileira dizer que um dos legados positivos do agora ex-presidente Barack Obama foi ter feito a reaproximação dos Estados Unidos com Cuba e com o Irã. Trata-se de uma afirmação mentirosa. Não houve reaproximação dos EUA com esses países. O que houve foi a decisão de Obama de trair os interesses do povo americano e do mundo ocidental, por meio do fortalecimento econômico da ditadura comunista da ilha prisão e do fortalecimento militar da ditadura teocrática islâmica iraniana. 

Tanto regime iraniano quanto o regime cubano continuam detestando e odiando os Estados Unidos e o restante da civilização ocidental. Ambos os regimes continuam e continuarão empenhando esforços para solapar e destruir o ocidente. Quando a imprensa fala em “reaproximação” entre os Estados Unidos e essas ditaduras, ela está apenas mentindo e ocultando aquele que foi o verdadeiro legado que Barack Obama deixou para os americanos e para o restante da civilização ocidental: um legado de morte e de destruição, como descrevemos em detalhes nesse artigo aqui, escrito no ano passado.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Imagens Que Desmentem Narrativas Mentirosas da Imprensa

A imprensa brasileira vem tentando nas últimas horas superdimensionar e inflar em números a minoria de delinquentes esquerdistas que estão promovendo atos de violência e depredação em Washington contra a posse de Donald Trump. Mas o que as imagens de televisão mostram é uma gigantesca multidão na Praça do Capitólio saudando e celebrando o já empossado novo presidente dos Estados Unidos. Ao contrário da narrativa mentirosa que essa grande imprensa tenta passar, a América não é uma nação dividida. Pelo contrário, a América é hoje uma nação que se reencontrou com o seu destino.


268b


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Posse de Donald Trump: Multidão de Apoiadores Contrasta com Minoria de Delinquentes Violentos

A posse de Donald Trump está sendo celebrada pela imensa maioria dos americanos, em particular pelas milhares de pessoas que se encontram na capital do país para acompanhar o evento. Fica cada vez mais evidente que os protestos violentos que têm ocorrido na capital americana são atos de uma minoria de esquerdistas mascarados, que têm agido da mesma maneira que os black blocs aqui no Brasil: estão promovendo depredações, ataques a lojas, ateamento de fogo em lixeiras nas ruas. São atos de desespero da esquerda que vê seu projeto de poder se desmoronando.


268


 

 

 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Posse de Donald Trump: Manifestantes da Esquerda São Minoritários e Queimam Bandeira dos Estados Unidos

A imprensa brasileira está apresentando uma versão mentirosa sobre os atos de protesto da esquerda americana contra a posse de Donald Trump. Fontes independentes como o Breitbart e o Infowars informam que o número de manifestantes anti-Trump é inferior ao de cidadãos que estão celebrando a posse do novo presidente. Os protestos dos esquerdistas continuam sendo marcados por atos de histeria e de violência e agressão física contra apoiadores de Donald Trump. Alguma cenas mostram ativistas de esquerda queimando a bandeira dos Estados Unidos e ateando fogo nas ruas de Washington.



 

 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Posse de Donald Trump: Atos de Violência de Black Blocs e Antifas

O que a imprensa brasileira mentirosa e dissimuladora está apresentando como simples manifestações democráticas de americanos contrários a Donald Trump, se constituem na verdade em atos de violência e de agressão física que vem sendo promovidos pelos comunistas americanos, muitos deles black blocs mascarados já conhecidos pelo público brasileiro, desde ontem à noite na cidade de Washington, conforme se pode ver no vídeo abaixo:



Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Boletim de Apuração 10: Encerramento

225


Encerramos aqui a cobertura em tempo real da apuração das eleições americanas feita pelo Crítica Nacional. Agradecemos ao público leitor que nos prestigiou e que confia na honestidade de nosso trabalho. Encerramos com a imagem acima, pois ela reflete e resume  ao nosso ver o que foi a campanha eleitoral americana do ponto de vista dos brasileiros.

A imagem mostra uma reportagem do jornal o Estado de São Paulo falando a respeito do Ato de Apoio a Donald Trump organizado por um grupo de cidadãos e ativistas de direita da capital paulista. Os organizadores do ato foram atacados e ridicularizados não apenas pelos idiotas úteis habituais da esquerda, como por figuras públicas da grande imprensa, como Marco Antônio Villa, Rodrigo Constantino e até mesmo por Merval Pereira, da Globo News. Os organizadores foram chamados de idiotas por parte de analistas e supostos especialistas em assuntos políticos, que davam como líquida e certa a vitória de Hillary Clinton.

Confirmada agora a vitória acachapante de Donald Trump cabe perguntar: quem de fato desempenhou papel de idiota? Os idiotas foram aqueles que agiram e tomaram iniciativas movidos unicamente por suas convicções políticas e morais? Ou os idiotas foram e são aqueles que atuam movidos unicamente pela sua viseira ideológica esquerdista que os cega e pelos interesses escusos que representam?

Quem, nesse exato momento, está fazendo papel de idiota perante seu público? Os que foram à Avenida Paulista se manifestar pacificamente em apoio a Donald Trump, ou aqueles que estão agora nas redações de seus jornais e blogs ou nos microfones das emissoras de rádio ou em frente às câmeras de televisão precisando explicar como e porque foram capazes de errar tão miseravelmente em suas análises? Acreditamos que nosso público saberá dizer quem são os idiotas e quem são aqueles em quem se pode confiar.

Muito obrigado,
Paulo Eneas

 

 

 

 

 

Publicado em painel crítica nacional | 3 Comentários

Boletim de Apuração 09: Donald Trump É Eleito Presidente dos Estados Unidos

Os números consolidados às 6:25hs da manhã dessa quarta-feira estabelecem um resultado irreversível: com 288 votos de delegados eleitorais obtidos até esse momento, dezoito a mais do que o necessário, o candidato de direita Donald John Trump foi eleito o 45° presidente dos Estados Unidos da América, derrotando a candidata socialista pró-muçulmana Hillary Clinton. A vitória de Donald Trump representou a vitória dos valores e dos princípios fundamentais que nortearam a criação e a formação da mais longeva e sólida democracia do mundo ocidental.

A derrota de Hillary Clinton representa o mais duro golpe sofrido pela esquerda globalista internacional nas últimas décadas. Saiu ganhando o povo americano e a civilização ocidental em seu todo. Saem derrotados uma elite globalista corrupta e imoral aliada à escória de comunistas e muçulmanos que pretendem destruir essa mesma civilização. Saem ganhando a liberdade, a democracia e os valores cristãos. Saem perdendo a barbárie e o mundo do crime e da corrupção. Trata-se de um dia abençoada para a América e para toda a civilização ocidental


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Boletim de Apuração 08: A Grande Imprensa Brasileira Merece Ser Boicotada

224


Uma das lições que a campanha eleitoral americana deixou para nós brasileiros é que a grande imprensa nacional não merece apenas ser ridicularizada e escrachada: a grande imprensa nacional merece ser desprezada e boicotada, pois ela mostrou não ter compromisso algum com a verdade nem respeito algum pela inteligência de seu público. Essa grande imprensa mente, omite informações, distorce e deturpa fatos.

E ela não faz isso por “engano”. Ela o faz de modo deliberado, porque essa grande imprensa não tem compromisso algum com o jornalismo sério. Seu único compromisso é com a agenda ideológica socialista que ela abraça e com os globalistas que a financiam. Boicote essa imprensa: não assine, não acesse, não compre em banca. As pessoas honestas e decentes precisam começar a mostrar a essa elite globalista de esquerda, da qual a grande imprensa faz parte, que  elas não mais aceitarão ser enganadas. 


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Boletim de Apuração 07: O Retrato da Grande Imprensa Brasileira

223


A falência moral da carcomida e mentirosa imprensa brasileira pode ser resumida em uma imagem que dispensa qualquer texto.


 

Publicado em painel crítica nacional | 4 Comentários

Boletim de Apuração 06: Faltam Vinte e Seis Votos para Donald Trump Vencer

O jornal The Wall Street Journal informa às 3:30h da madrugada desta quarta-feira que Donald Trump já conquistou 244 votos de delegados para o colégio eleitoral. Ficam faltando portanto 26 votos para os 270 necessários para ser escolhido formalmente presidente dos Estados Unidos. O mesmo jornal informa que os republicanos já conquistaram 220 cadeiras na Câmara dos Deputados, formando portanto já a maioria no parlamento. A derrota dos socialistas americanos está sendo acachapante. O vexame e a surra moral da desprezível grande imprensa brasileira está sendo vergonhoso.


 

Publicado em painel crítica nacional | 1 Comentário

Boletim de Apuração 05: Presidência, Câmara e Senado

Projeções feitas nesse momento, às 2:55hs da manhã de quarta-feira, indicam não apenas a vitória de Donald Trump como a conquista da maioria tanto da Câmara quanto do Senado por parte dos republicanos. Caso se confirmem esses três cenários, será um feito inédito nos últimos anos e representará a maior derrota não apenas do Partido Democrata: representará a mais significativa derrota do projeto globalista da esquerda internacional pró-islâmica que há anos vem colocando em risco a sobrevivência da civilização ocidental.

Nota: o colunista tucano Reinaldo Azevedo escreveu ontem em sua coluna um artigo anunciando a derrota de Donald Trump e o fim do que ele chama da era dos extremismos. Nós publicamos um áudio analisando porque considerávamos Donald Trump o favorito para vencer. O áudio pode ser ouvido nesse link  aqui. Ainda voltaremos a falar da falência moral da grande imprensa brasileira.


 

Publicado em painel crítica nacional | 2 Comentários

Boletim de Apuração 04: Donald Trump Vence na Flórida

Com 99.3% dos votos apurados, Donald Trump vence a eleição no estado-chave da Flórida, com 49.2% dos votos válidos. Esse resultado poderá sedimentar seu caminho à presidência dos Estados Unidos. O desespero nas grandes redes de televisão é visível. Segundo Caio Blinder, o globalista esquerdista associado a O Antagonista, o resultado mostra que “todo mundo errou”. Não, senhor Blinder. Quem errou e não merece mais qualquer credibilidade é a escória da imprensa mentirosa e vendida à esquerda da qual o senhor, seus amigos antagonistas e toda caterva esquerdista da Globo News fazem parte. Hoje vocês começaram a ir para a lata de lixo da história, que é o lugar de vocês.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Boletim de Apuração 03: Trump na Frente no Texas

Texas: votos apurados: 61%
Trump: 50.4%
Hillary: 45.6%

Delegados Gerais:
Trump: 139
Hillary: 97

(*) Quem obtiver 270 delegados gerais para o colégio eleitoral será eleito presidente.

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Boletim de Apuração 02: Ligeira Vantagem de Trump na Flórida

Flórida: votos apurados: 91%
Hillary: 48.1%
Trump: 48.8%

Delegados Gerais:
Trump: 67
Hillary: 68

(*) Quem obtiver 270 delegados gerais para o colégio eleitoral será eleito presidente.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Boletim de Apuração 01: Hillary na Frente na Flórida

Flórida: votos apurados: 78%
Hillary: 48.9%
Trump: 48.2%

Delegados Gerais:
Trump: 67
Hillary: 68

(*) Quem obtiver 270 delegados gerais para o colégio eleitoral será eleito presidente.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Lava Jato: Um Peso e Outra Medida

É curioso observar que a mesma imprensa, inclusive alguns dos mesmos jornalistas e colunistas, que há alguns meses atrás, quando o petismo ainda estava no poder, demonizavam e atacavam a Lava Jato dizendo que a operação era um atentado às liberdades e garantias individuais, hoje se apresentam como arautos e defensores da operação, acusando o governo Temer de supostamente tentar sabotá-la. Reproduzem assim a mesma narrativa criada pelo petismo, segundo a qual o “golpe” do impeachment teria sido dado para brecar a Lava Jato. Mais curioso ainda é que muitos atores políticos, inclusive do campo antipetista, estejam comprando essa versão, sem perceber quem a está plantando.


 

Publicado em painel crítica nacional | 1 Comentário

Um Movimento de Massas de Direita

A depender dos desdobramentos nos próximos dias relativos a verdadeira delinquência institucional que o país está vivendo, é possível que se torne imperativo dar início de imediato a um autêntico movimento de massas de direita em defesa da legalidade. É hora de dar um basta a frentes políticas heterogêneas, como foi o movimento pró-impeachment, incapazes de enxergar meio metro além do umbigo em se tratando de estratégias de ação política. 


 

Publicado em painel crítica nacional | 3 Comentários

O Fim da Era Petista (5): Súplica & Humilhação

Foi patético e humilhante o pronunciamento de Katia Abreu, que chegou ao ponto de quase implorar aos senadores para que a pena de inelegibilidade da ex-presidente não seja aplicada. Alegar razões de sobrevivência financeira pessoal da ex-presidente em um momento como esse serve de amostra da mesquinhez da mentalidade esquerdista.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

O Fim da Era Petista (4): Impeachment Aprovado

Encerrada a votação que realmente importa: Dilma não é mais presidente.
Por 61 votos a 20 o Senado aprovou a extinção do mandato da ex-presidente.


131

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

O Fim da Era Petista (3): Tentativa de Suspender o Processo

Nosso entendimento, com base nas intervenções dos senadores e no comportamento ambíguo de Lewandowski, é possível que o PT esteja tentando obter pretexto para suspender o processo de votação. A eventual rejeição da questão de ordem para votação em separado da questão da inelegibilidade poderia ser interpretada como quebra do regimento do Senado, ao ferir o direito subjetivo dos parlamentares de solicitar destaque para votação em separado de qualquer proposição. Desta forma, o PT poderia ingressar no STF com mandato de segurança sustando a votação alegando vício processual.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

O Fim da Era Petista (2): Chicana & Termômetro

O PT levantou uma questão de ordem propondo votação em separado da inelegibilidade por oito anos da ex-presidente, conforme prevê o texto constitucional. Essa iniciativa só faz sentido de ser compreendida como chicana ou como termômetro, para aferir qualquer resquício de possibilidade de ainda reverter a derrota. Pouco provável que haja uma preocupação sincera por parte do comando petista com o futuro político da ex-presidente.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

O Fim da Era Petista

Consolida-se hoje o fim da era petista, com a votação definitiva do impeachment no Senado. Nesse momento Ricardo Lewandowski faz a leitura formal do processo. O afastamento definitivo da já ex-presidente de facto é tido como líquido e certo, conforme já havíamos antecipado em análises anteriores mesmo à primeira votação na Câmara dos Deputados.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

O Papel da Dra. Janaína Paschoal

Tem havido uma discussão acalorada nas redes sociais a respeito do papel da Dra. Janaína Paschoal e sobre seu posicionamento político-ideológico, havendo até mesmo cobranças a ela nesse sentido. No entanto, em nosso entender é mais razoável ver a Dra. Janaína não como uma agente política, condição que ela mesma não reivindica, a despeito das implicações políticas óbvias de sua atuação. Ela deve ser vista como a advogada, de qualificação e competência inquestionáveis, que está exercendo com paixão uma tarefa que terá, e já tem, implicações políticas enormes para o país.

O porquê de ser ela, a despeito de suas inquestionáveis qualificações, e não outra pessoa a estar desempenhando esse papel de enorme relevância política, é uma questão que antecede até mesmo a sua entrada na cena pública e tem a ver com os rumos que foram dados e pelas escolhas políticas que foram feitas pela liderança do movimento pró-impeachment. As posições político-ideológicas que a Dra. Janaína eventualmente endosse somente passarão a ter relevância a partir do momento em que ela optar, se vier a optar, por ingressar de fato na atividade política.


 

Publicado em painel crítica nacional | 6 Comentários

Ofensas a Janaína Paschoal: Retórica Feminista Somente Quando Convém

As ofensas sexistas que toda a esquerda está cometendo contra Janaína Paschoal, algumas em tom de ameaça por meio de insultos e termos chulos, servem para mostrar que todo o palavrório em defesa das mulheres e contra o suposto machismo nunca não passou de uma retórica oca e vigarista na boca das meretrizes feministas.

As mesmas meretrizes feministas que, empenhadas com dedicação e obediência na tarefa que os chefes da esquerda lhe atribuíram de serem o terceiro escalão de serviçais da agenda ideológica de esquerda, se esmeram em utilizar a demagogia do discurso feminista como ferramenta de guerra política somente quando convém aos interesses da esquerda.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (9)

Como se estivesse vivendo em uma realidade paralela, a ex-presidente resolveu apresentar seu “plano de governo” para quando supostamente voltar a exercer a presidência da república: repetiu a ladainha monocórdica a respeito de plebiscito e de reforma política, a mesma ladainha que foi apresentada ao país quando das manifestações de junho de 2013. A performance da ré confirma aquilo que dissemos pela manhã: a ex-presidente e seu partido já não estão mais preocupados em reverter o impeachment, pois sabem que ele é irreversível. Estão tão somente preocupados em construir uma narrativa mentirosa e cínica para uso futuro, para que possam se apresentar como vítimas de um suposto golpe das elites. Se a mentira e o cinismo não existissem, a esquerda os teria inventado.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (8)

A ex-presidente continua mentindo ao atribuir à desvalorização cambial ocorrida ao final de seu primeiro mandato, desvalorização que ela atribui à mudança na política monetária do Federal Reserve dos EUA, a razão para explicar a crise que se abateu sobre a economia do país, e desta forma tentar isentar-se de qualquer responsabilidade sobre a mesma. O fato é que, exceto em situações de ataque especulativo contra uma moeda, alterações cambiais por si só nunca são motivos de crise, pelo contrário: a desvalorização cambial, que não é ruim em todos os aspectos, é em geral uma consequência de outros fatores.

No caso em questão, a crise cambial ao final de seu primeiro mandato foi consequência de uma crise generalizada de confiança, decorrente da constatação da fragilidade política do novo governo que se iniciaria no ano seguinte. Fragilidade essa associada à descoberta do descalabro existente nas contas públicas, cuja real situação foi escondida durante a campanha eleitoral, e também devido à constatação de sua completa ilegitimidade, uma vez que a reeleição da ex-presidente teve todas as características de fraude.

Portanto, ao contrário da mentira que Dilma repete no Senado, a desvalorização cambial ao final de 2014 não foi a causa da crise econômica, e sim uma consequência de um governo que já nascia morto por não ter legitimidade alguma.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (7)

Dilma fala do Plano Safra como se a agricultura brasileira dependesse do governo federal. Oras, a agricultura brasileira apresenta um dos maiores índices de produtividade do mundo apesar do governo e de suas políticas que sufocam o setor, apesar do MST, apesar da legislação ambiental obscurantista inspirada nas diretrizes da agenda da esquerda globalista da ONU, apesar da demonização dos produtores agrícolas praticada diariamente pelos formadores de opinião pública alinhados com a esquerda. Como toda socialista, Dilma é incapaz de fazer uma afirmação sem conter uma mentira.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (6)

Dilma ofende e agride o Parlamento ao sugerir que faz um favor de se submeter ao processo de impeachment. E continua insistindo na tese de golpe parlamentar, numa clara afronta à Constituição, acusando a própria instituição do Senado de cometer crime. É o resumo do pensamento esquerdista: se um processo político qualquer é favorável à esquerda, ele é legítimo. Se não lhe é favorável, é golpe. Tivesse o STF um presidente à altura do cargo, faria uma reprimenda à ré Dilma, uma vez que ela joga na cara do Senado e de todos os brasileiros que ela não reconhece a legitimidade do processo, que se dá inteiramente de acordo com o texto constitucional.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (5)

Segundo Dilma, a crise nas contas públicas não foi responsabilidade do governo, mas sim causada pela crise do euro em 2014 devido a saída do Reino Unido da União Europeia(!). Dilma abusa do direito de dizer sandices e fazer afirmações totalmente desconexas da realidade.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (4)

Dilma afirma ser favorável a Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas ela diz isso após ter conduzido uma gestão marcada pela irresponsabilidade fiscal, por manobras de maquiagem contábil para esconder o estouro das contas públicas e após ter descumprido a lei orçamentária, o que a levou a encaminhar ao Congresso projeto de lei alterando metas de execução orçamentária com o intuito claro de fugir da responsabilidade pelo crime cometido, alterando a lei que o tipifica.


 

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (3)

Fontes do plenário nos informam que José Eduardo Cardoso está passando anotações a Dilma orientando-a como e o que responder a cada pergunta formulada pelos senadores. Dilma é incapaz dar respostas convincentes por si mesma.


183

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado (2)

A tentativa do PT e seus aliados de organizar uma manifestação em Brasília a favor da ex-presidente fracassou miseravelmente, como já se esperava. Sem dinheiro para cachê e mortadela, a esquerda brasileira não coloca ninguém na rua.
Fonte: Sul Connection.


182

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Votação Final do Impeachment no Senado

Dilma fez um discurso voltado para a militância, carregado de vitimismo e radicalizado à esquerda, como se fosse a Luciana Genro falando. O discurso não foi para supostamente convencer os senadores, mas para marcar posição, mirando a construção de uma narrativa falsa e visando as eleições de 2018. Como já havíamos afirmado em artigos anteriores, o PT já dá o impeachment como favas contadas.


 

Publicado em painel crítica nacional | 1 Comentário

A Estupidez do Establishment Conservador Americano

A continuação da campanha #NeverTrump é uma estupidez que ainda persiste em parte do establishment conservador americano, que dessa forma faz um grande favor à criminosa socialista Hillary Clinton e ao seu plano de dar continuidade à obra de destruição iniciada por Barack Obama, cujo objetivo sempre foi um só: colocar a America e todo o mundo ocidente de joelhos perante o islã.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Intervenção Militar na Turquia: Erramos

O título do primeiro artigo em que tratamos desse tema, Golpe de Estado na Turquia: Informações Preliminares, está evidentemente errado e não reflete o que fato ocorreu e ainda parece estar ocorrendo naquele país: uma tentativa de intervenção militar cujo objetivo expresso é restabelecer a caráter secular e o ordenamento institucional do estado turco. Ordenamento esse que vem sendo golpeado por Recep Erdogan e sua política de islamização das instituições e do sistema constitucional turco, bem como por meio do apoio ostensivo a organizações terroristas muçulmanas e ao Estado Islâmico. Fica aqui portanto o registro do reconhecimento de nosso erro. Nesse sábado pela manhã retornaremos com mais informações.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | 6 Comentários

Intervenção Militar na Turquia: Errar com Convicção e Empáfia

144

Temos trazido nas últimas horas informações sobre a Turquia com o máximo de cautela não por receio de errar, uma vez que o risco de erro é inerente à atividade, mas para sermos honestos com os leitores, pois as próprias fontes em que nos baseamos também estão sendo cautelosas devido a rapidez dos fatos.  Mas existem sacripantas da imprensa que são arrogantes o bastante para não apenas errar com ênfase e convicção, como também temperar o erro com análise geopolítica de um jeca: de onde esses esquerdistas limpinhos tiraram que a queda de Erdogan seria um alivio para a Europa? Eles não têm ideia do que falam e desprezam a inteligência dos leitores.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | 2 Comentários

Intervenção Militar na Turquia: Erdogan Retorna a Istambul

O presidente turco Recep Erdogan retorna a Istambul e faz um pronunciamento. A tentativa de fazer sua deposição parece ter de fato fracassado. Caso se confirme esse desfecho, ele não representará a vitória da democracia e das instituições, como dirão a maioria dos comentaristas e especialistas da própria ignorância nos programas de televisão. O desfecho representará a consolidação de um projeto de desecularização do estado turco no sentido de torna-lo uma república muçulmana aos moldes do Irã. Representará também o fortalecimento geopolítico de um governo que apoia o terrorismo muçulmano e que dá respaldo e suporte ao Estado Islâmico. Nada disso ocorreria não fosse o suporte firme de Barack Obama em defesa do islã.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Intervenção Militar na Turquia: Uma Aparente Derrota

Diversas fontes internacionais informam que a intervenção militar teria fracassado e que Erdogan teria retomado o controle. Mas essas mesmas fontes informam também que ele estaria rumando para Londres, o que obviamente não faz sentido. Na hipótese de a intervenção fracassar e o processo de islamização do estado turco continuar, o principal responsável terá sido Barack Obama, que mais uma vez terá cumprido a missão da qual se incumbiu desde que chegou à Casa Branca: defender e difundir o islã a qualquer custo e enfraquecer e tornar mais vulnerável não apenas os Estados Unidos mas todo o mundo ocidental.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Intervenção Militar na Turquia: Obama Em Defesa do Islã

Em reunião agora a noite com seu Secretário de Defesa John Kerry, Barack Obama declarou que todas as forças políticas da Turquia devem reconhecer a legitimidade do governo eleito de Tayyp Erdogan. Como era de se esperar, Obama ficou ao lado daquele que pretende transformar a Turquia numa república islâmica e que além disso tem sido um dos principais apoiadores do Estado Islâmico, além de financiar e dar suporte operacional aos principais grupos terroristas muçulmanos mundo afora.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Encerramento

Rodrigo Maia do DEM foi eleito novo presidente da Câmara com 285 votos contra 170 de Rogério Rosso do centrão. Um resultado que indica um governo Temer mais fraco no parlamento do que se esperava, um enfraquecimento do Centrão e por extensão de Eduardo Cunha, embora ainda tenha demonstrado força ao ir para o segundo turno. Tucanos e petistas e o resto da esquerda se uniram contra o que representa o núcleo anti-esquerdista do parlamento representado pelo centrão.

O Crítica Nacional encerra aqui sua cobertura em tempo real. Amanhã traremos uma matéria mais elaborada analisando o novo cenário. Muito obrigado aos que nos acompanharam ao longo desse exaustivo dia.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | 2 Comentários

Eleição na Câmara: Nosso Prognóstico

Não podemos afirmar de modo categórico pois há uma certa margem de incerteza, mas existe uma razoável probabilidade de Rogério Rosso vencer. Se fôssemos fazer uma aposta, seria nesse sentido.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Os Discursos e as Entrelinhas

Em seu discurso, tirando as formalidades protocolares, Rodrigo Maia deixou claro que conta com os votos da esquerda para se eleger. Portanto, todas as notícias plantadas hoje de que Michel Temer estaria “trabalhando” votos para Maia e desidratando a candidatura de Rosso eram rigorosamente falsas. Apenas desinformação plantada para mirar o Centrão e em Eduardo Cunha. Já Rogério Rosso não se fez de rogado, afirmou “assinar em baixo” do que Maia disse, mas sem indicar qualquer alinhamento ou aliança mais programática com a definhante esquerda do parlamento. Óbvio que não serão esses discursos que irão definir os votos dos parlamentares.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Rodrigo Maia e Rogério Rosso Vencem

Encerrada a votação, os deputados Rodrigo Maia e Rogério Rosso saem vencedores e irão para o segundo turno. Contra todas as previsões de pseudoanalistas como do blog O Antagonista, que passou o dia inteiro plantando notas de que a candidatura do centrão estaria desidratada, Rosso teve 106 votos, ficando apenas 14 votos atrás do mais votado, Rodrigo Maia. O grande derrotado foi o PT e particularmente seu decadente líder Lula, que passou o dia articulando a candidatura de Marcelo Castro para ao final obter apenas 70 votos.

A esquerda está morrendo no parlamento brasileiro. No segundo turno não será surpresa se Rogério Rosso vencer, ainda que Rodrigo Maia tenha mais chances. Uma vitória ou uma votação expressiva de Rosso representará uma vitória do governo Michel Temer e uma vitória e consolidação do Centrão, que é o nome de fantasia da bancada que segue Eduardo Cunha, que continua ser a principal força política do Congresso. Representará também um cala-boca na imprensa que já não tem mais compromisso algum com a verdade, mas somente com a agenda ideológica de esquerda a que ela serve, fingindo-se antagonista.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | 1 Comentário

Eleição na Câmara: Ainda Sobre Rodrigo Maia e a CPI da UNE

A notícia que veiculamos agora há alguns minutos de que Rodrigo Maia, se eleito presidente da Câmara dos Deputados, não iria apoiar a instalação da CPI da UNE teve um desdobramento. Pressionado e cobrado a respeito de seu posicionamento, Rodrigo Maia declarou em entrevista a Beatriz Kicis que, embora regimentalmente o presidente da casa não possa desarquivar um pedido de CPI, ele pode submeter o desarquivamento ao plenário, desde que seja formalmente solicitado por um partido. Caberá portanto à sociedade civil exercer pressão sobre os parlamentares para que aprovem o desarquivamento para a instalação dessa CPI, que poderá ser uma das mais importantes e reveladoras da história recente do parlamento. O vídeo com a entrevista pode ser visto nesse link aqui.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Rodrigo Maia Não Apoiará CPI da UNE

Uma fonte da capital federal acabou de nos assegurar que se for eleito presidente da Câmara, Rodrigo Maia não irá instalar a CPI da UNE. O leque de compromissos de Rodrigo Maia é amplo e largo demais e inclui o sepultamento precoce dessa investigação.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Sessão da CCJ Encerrada

A reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara que analisa o recurso de Eduardo Cunha contra decisão da Comissão de Ética em relação ao pedido de sua cassação foi encerrada sem votação deliberativa, que ficará para amanhã. O resultado da escolha do novo presidente da Câmara, cuja votação terá que ser feita hoje por força do regimento, irá influir de algum modo na votação de amanhã. Eduardo Cunha continua sendo a principal força política no parlamento. Uma possível vitória do candidato do centrão na votação de logo mais servirá para confirmar isso. A esquerda e as sacripantas da imprensa que antagonizam com a inteligência de seus leitores estão com razões de sobra para lamentar.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Início da Sessão Adiada

O início da sessão plenária da Câmara que escolherá seu novo presidente foi adiada para as 19hs. Enquanto isso, tem início na Comissão de Constituição e Justiça a votação do recurso de Eduardo Cunha contra decisão da Comissão de Ética em relação ao pedido de sua cassação. Obviamente tratou-se de um jogo combinado com Waldir Maranhão, até mesmo para antever cenários e alianças possíveis para a escolha do novo presidente com base no resultado da votação, se esta de fato ocorrer ainda hoje, da CCJ.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário

Eleição na Câmara: Leitura Invertida

Toda a grande imprensa sem exceção vem insistindo em uma leitura invertida e torta sobre a eleição do novo presidente da Câmara. A leitura segundo a qual o chamado centrão, que é na prática a bancada de Eduardo Cunha, estaria em conflito com o governo de Michel Temer restando a este se apoiar em parte em seu partido e em parte na “antiga oposição”, formada principalmente por PSDB e DEM. Mas isso é rigorosamente falso, principalmente para os tucanos que só embarcaram no impeachment no último minuto e que a rigor nunca desejaram ver o petismo apeado do poder.

Ainda que tucanos e democratas tenham integrantes seus no novo governo, no longo prazo e com vistas a disputa de poder no futuro, interessa a esses partidos manterem-se como independentes em relação ao novo governo. O núcleo da base parlamentar do governo continuará sendo o centrão. O esforço da imprensa em mostrar uma realidade invertida e portanto desinformar, como vem fazendo há dias o blog O Antagonista, se deve unicamente à determinação dessa mesma imprensa de continuar demonizando Eduardo Cunha.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | 1 Comentário

Eleição na Câmara: Bode na Sala

A escolha de Marcelo Castro como candidato do PMDB à presidência da Câmara deve ser vista como um bode na sala. Castro foi Ministro da Saúde de Dilma e terá apoio da bancada petista e de outros partidos de esquerda. A bancada peemedebista pode ter escolhido seu nome apenas como forma de se cacifar e barganhar mais benesses junto ao governo para poder votar contra, repetindo a velha e nefasta prática fisiologista do PMDB de vender suas posições.


Anúncio_C2

Publicado em painel crítica nacional | Deixe um comentário