Sobre Michel Temer e PMDB: Consideração Preliminar

Michel Temer é produto da tradição política patrimonialista brasileira, da mesma forma que o PMDB com todos os seus vícios e fisiologismos é a expressão mais acabada dessa tradição. Mas essa tradição não é nem nunca foi comunista e nunca teve qualquer fundamento ideológico mais consistente. Ao contrário, até mesmo pelo seu caráter, essa tradição sempre foi avessa a concessões plenas às políticas de esquerda, pois isso representaria ceder espaços no aparelho de estado que já são ocupados há décadas por essa tradição patrimonialista. Uma ocupação que se dá por razões unicamente fisiológicas e não para fins de um projeto ideológico. Foi justamente o conflito por espaços de poder que levou essa tradição patrimonialista a romper com o petismo e derrotar seu projeto de poder de natureza ideológica.


 

Anúncios

Sobre paulo eneas

Analista político e editor do Jornal Crítica Nacional
Esse post foi publicado em painel crítica nacional. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Sobre Michel Temer e PMDB: Consideração Preliminar

  1. marco aurelio disse:

    Eu concordo com a distinção precisa que você faz entre o PMDB e os partidos de esquerda comunista.No entanto, é bom frisar que, enquanto aquele faz o diabo para manter a família no poder, estes fazem o diabo para manterem o partido. Em ambos os casos, o diabo está sempre presente.

  2. marco aurelio disse:

    Retificando: “… estes fazem o diabo para MANTER o partido”.
    Sorry!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s